Difference: RadioEducaçao ( vs. 1)

Revision 110 Mar 2006 - DarleneSoares

Line: 1 to 1
Added:
>
>
META TOPICPARENT name="PoliticasPublicas"

-- DarleneSoares - 10 Mar 2006

A história do Rádio

Em 7 de setembro de 1922 o discurso do presidente da República, Epitácio Pessoa, em comemoração ao centenário da independência do Brasil é transmitido via rádio, trata-se da primeira transmissão oficial pelo novo veículo de comunicação. Foram importados 80 receptores de rádio especialmente para o evento. O transmissor foi instalado no alto do Corcovado, pela Westinghouse Electric Co.

Em 20 de abril de 1923, a primeira rádio brasileira: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, foi criada por Edgard Roquette Pinto e Henry Morize para atuar sem fins comerciais. Nesta época o rádio era elitizado com música erudita.

O uso sistemático do Rádio se deu com Getulio Vargas, que estabeleceu a 1ª Legislação da área, Decreto nº 20.047, de maio de 1931, primeiro diploma legal sobre a radiodifusão que define o rádio como "serviço de interesse nacional e de finalidade educativa" no ano seguinte o Decreto nº 21.111, autoriza a veiculação de propaganda pelo rádio, tendo limitado sua manifestação, inicialmente, a 10% da programação. Getulio Vargas também criou "A hora do Brasil" em 38 , depois transformada em "A voz do Brasil".

Em maio de 1936, a Rádio Sociedade estava fixada na rua da Carioca 45, trabalhando para informar e fornecer cultura ao povo com o mesmo idealismo que a originou. Com boa situação financeira, não possuía dívidas, mas foi obrigada a cumprir as exigências do Decreto 20.047 Este exigia a transformação da emissora em companhia comercial, exploradora de publicidade, contrariando os estatutos da rádio e de sua ideologia.

A solução foi cumprir o último ato dos estatutos que dizia que na impossibilidade de continuar dentro de seu princípio básico, a rádio seria entregue ao governo.Ficou decidido entre Roquette Pinto e o Ministro Gustavo Capanema, titular do Ministério da Educação e Saúde, que a Rádio Sociedade passaria para o controle do Ministério de Educação e Saúde, que a Rádio Sociedade passaria para o controle do Ministério e que manteria dentro do seu objetivo de desenvolvimento cultural, sem nenhum ônus para o Governo.

No dia 7 de setembro de 1936, a Rádio Sociedade mudava de nome e passava ao controle do Governo Federal, através do Ministério da Educação e Cultura, adotando como slogan em suas transmissões a frase de Roquette " Pela cultura dos que vivem em nossa terra, pelo progresso do Brasil". Além da estação, foram entregues móveis, instrumentos, arquivo musical, biblioteca e mais um terreno de 10.000 metros quadrados, próximo a Cascadura.

Rádio Digital

o radio terá sua versão digital. as maiores mudanças são na qualidade de transmissão, por exemplo o radio AM terão a mesma qualidade das atuais FM, transmitindo em estéreo. Por sua vez, as FMs devem oferecer qualidade próxima à dos CDs. Segundo o texto "História do Rádio"(referenciado abaixo)disputam o mercado o sistema americano, da empresas Ibiquity, e o europeu, desenvolvido pelo consorcio DRM (Digital Radio Mondiale)que são variantes de um mesmo padrão, o IBOC (In Band On Channel)que transmite simultaneamente sinais analógicos e digitais, sendo por isso o provavel preferido pelos radiodifusões, tanto dos EUA como da maioria dos paises latino-americnos, já que a transição é mais barata e segura. Ainda segundo esse texto, há o padrão Eureka 147, europeu, que opera em outra freqüência, e o japonês NISDB-T, ainda em desenvolvimento, mas os dois terão dificuldades de aceitação no Brasil, por não permitir a digitalização em FM e AM.

referência oitenta anos Rádio MEC - http://www.radiomec.com.br/80_anos_radio_mec/80_anos_radio5.asp - capturado em 05/01/05.

Políticas públicas culturais de 1924 a 1945: o rádio em destaque - http://www.cpdoc.fgv.br/revista/arq/346.pdf - capturado em 18/11/04.

História do Rádio - http://planeta.terra.com.br/arte/sarmentocampos/Historia.htm - capturado em 19/11/04.

Uma nova legislação para ascomunicações brasileiras eo paradoxo da radiodifusão - http://www.unb.br/fac/publicacoes/murilo/Cap13.pdf - capturado em 29/12/2004.

 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &© by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback