Difference: Bruno20101 ( vs. 1)

Revision 118 Jul 2013 - Main.IsabelBarros

Line: 1 to 1
Added:
>
>
META TOPICPARENT name="OceanoMono20101"
Padrões de distribuição dos foraminíferos planctônicos na subsuperfície do talude continental inferior do Estado da Bahia, Brasil. - Bruno Ribeiro Pianna (2010.1)

Banca: Profa. Dra. Tânia Maria Fonseca Araújo - IGEO/UFBA - Orientadora, Profa. Dra. Altair de Jesus Machado - IGEO/UFBA, Geol. Cícero da Paixão Pereira - IGEO/UFBA

Resumo: Este trabalho objetiva ampliar o conhecimento científico sobre os eventos paleoecológicos e paleoclimáticos, que ocorreram na margem continental do Estado da Bahia durante o Período Quaternário, com base em estudos sobre os foraminíferos planctônicos. A microfauna de foraminíferos planctônicos foi analisada em 13 amostras do sedimento de um testemunho, com 1,40m de comprimento coletado no talude continental. Foram isolados 3.900 espécimes pertencentes a 31 taxa representados principalmente pelas espécies: Globigerinoides trilobus, Globigerinoides ruber, Globigerinoides elongatus e Globigerina bulloides. Os índices de diversidade, riqueza e equitatividade das espécies de foraminíferos foram altos. As testas dos foraminíferos apresentaram coloração predominantemente amarela e branca, poucas com sinais de abrasão e fratura o que significa rápida deposição e lento revolvimento do sedimento no talude continental. Os padrões de distribuição e as variações das abundâncias da espécie Globorotalia truncatulinoides, do plexo G. menardii e da razão bentônico/planctônico ao longo do testemunho atribuíram conotações bioestratigráficas possivelmente correspondentes às biozonas internacionais do Quaternário e sugerem variações eustáticas do nível relativo do mar, que estão relacionadas aos eventos climáticos globais durante este Período. Dessa forma, o intervalo sedimentar relacionado ao estágio interglacial (Holoceno), apresentou maior abundância das formas características de águas quentes (Plexo G. menardii) e maior razão de formas planctônicas, enquanto o intervalo relacionado ao estádio glacial (Pleistoceno) apresentou maior abundância das formas características de águas frias ( G. truncatulinoides) e maior razão de formas bentônicas.

Palavras chave: Foraminíferos planctônicos, bioestratigrafia, Quaternário.
-- IsabelBarros - 18 Jul 2013
 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &© by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback