Difference: BrunoHuoya2012 (1 vs. 2)

Revision 217 Aug 2012 - Main.IsabelBarros

Line: 1 to 1
 
META TOPICPARENT name="GeolMono20121"
Changed:
<
<
Estratigrafia de sequências de bacias rifte: uma nova abordagem para o entendimento da variação do nível de base na região nordeste da Bacia do Recôncavo - Bruno Huoya Mendonça (2012.1)
<br />
<br />
*Banca:* Prof. Dr. Michael Holz - IGEO/UFBA, Msc. Flávio Miranda de Oliveira - IGEO/UFBA e Petrobrás, Esp. Cícero da Paixão - ANP/UFBA

<br />
<br />
*Resumo:*
A Bacia do Recôncavo está localizada na região nordeste do Brasil, no estado da Bahia. Desenvolvida sobre o Cráton do São Francisco e inserida no contexto do rifte Recôncavo-Tucano-Jatobá, esta bacia foi formada durante a separação do supercontinente Gondwana. A área de estudo está localizada na parte nordeste da bacia, na região do Campo de Caracatu, próximo à Falha de Salvador, e bastante influenciada pelos leques aluviais oriundos da mesma. O estudo do pacote sedimentar da área foi feito se baseando nas definições e conceitos da estratigrafia de sequências, que como método de análise estratigráfica possibilita um caráter preditivo bastante aplicável na prospecção de hidrocarbonetos. A utilização dessa ferramenta em bacias do tipo rifte divide o pacote sedimentar, depositado durante a formação da bacia, em três tratos tectônicos: trato tectônico de início de rifte, trato tectônico de clímax de rifte e o trato tectônico de final de rifte. Esses apresentam características sedimentares que refletem a interação entre a tectõnica e o clima em cada parte da formação de uma bacia rifte, com respostas específicas nos perfis geofísicos. A interpretação dos 9 perfis de poços contidos dentro da área de estudo possibilitou a confecção de 5 seções estratigráficas, as quais proveram informações sobre a arquitetura estratigráfica e a dinâmica deposicional da bacia. Essas seções e modelos estratigráficos tridimensionais, construídos a partir dessas, juntamente com as interpretações das 4 linhas sísmicas, possibilitaram a confecção de 4 seções esquemáticas. Esses providenciaram dados para o melhor entendimento da situação atual do arcabouço estrutural da área em estudo, assim como a atual disposição dos pacotes sedimentares, ilustradas por 5 seções geológicas e por modelos geológicos tridimensionais. Além de possibilitar um mapeamento tridimensional da região nordeste da Bacia do Recôncavo, a análise e interpretação dos dados de poços e sísmicos tornou possível uma melhor compreensão da variação do nível de base, na área de estudo, durante a formação desse aulacógeno, culminando num modelo que ilustra essa variação, assim como as taxas de variação do nível de base durante a evolução dessa bacia.

<br />
Conclui-se que a formação do OMA em ambientes tropicais marinhos e estuarinos de características granulométricas areia, silte e argila poderá favorecer a degradação de óleos derramados tanto em águas marinhas quanto em estuarinas.
<br />
<br />
*Palavras-chave:* Interações de óleo e sedimento, OMA, Derramamento de óleo em ambiente costeiro, Fração granulométrica, Limpeza de Ambiente Costeiro.

>
>
Estratigrafia de sequências de bacias rifte: uma nova abordagem para o entendimento da variação do nível de base na região nordeste da Bacia do Recôncavo - Bruno Huoya Mendonça (2012.1)

Banca: Prof. Dr. Michael Holz - IGEO/UFBA, Msc. Flávio Miranda de Oliveira - IGEO/UFBA e Petrobrás, Esp. Cícero da Paixão - ANP/UFBA

Resumo: A Bacia do Recôncavo está localizada na região nordeste do Brasil, no estado da Bahia. Desenvolvida sobre o Cráton do São Francisco e inserida no contexto do rifte Recôncavo-Tucano-Jatobá, esta bacia foi formada durante a separação do supercontinente Gondwana. A área de estudo está localizada na parte nordeste da bacia, na região do Campo de Caracatu, próximo à Falha de Salvador, e bastante influenciada pelos leques aluviais oriundos da mesma. O estudo do pacote sedimentar da área foi feito se baseando nas definições e conceitos da estratigrafia de sequências, que como método de análise estratigráfica possibilita um caráter preditivo bastante aplicável na prospecção de hidrocarbonetos. A utilização dessa ferramenta em bacias do tipo rifte divide o pacote sedimentar, depositado durante a formação da bacia, em três tratos tectônicos: trato tectônico de início de rifte, trato tectônico de clímax de rifte e o trato tectônico de final de rifte. Esses apresentam características sedimentares que refletem a interação entre a tectõnica e o clima em cada parte da formação de uma bacia rifte, com respostas específicas nos perfis geofísicos. A interpretação dos 9 perfis de poços contidos dentro da área de estudo possibilitou a confecção de 5 seções estratigráficas, as quais proveram informações sobre a arquitetura estratigráfica e a dinâmica deposicional da bacia. Essas seções e modelos estratigráficos tridimensionais, construídos a partir dessas, juntamente com as interpretações das 4 linhas sísmicas, possibilitaram a confecção de 4 seções esquemáticas. Esses providenciaram dados para o melhor entendimento da situação atual do arcabouço estrutural da área em estudo, assim como a atual disposição dos pacotes sedimentares, ilustradas por 5 seções geológicas e por modelos geológicos tridimensionais. Além de possibilitar um mapeamento tridimensional da região nordeste da Bacia do Recôncavo, a análise e interpretação dos dados de poços e sísmicos tornou possível uma melhor compreensão da variação do nível de base, na área de estudo, durante a formação desse aulacógeno, culminando num modelo que ilustra essa variação, assim como as taxas de variação do nível de base durante a evolução dessa bacia.
Conclui-se que a formação do OMA em ambientes tropicais marinhos e estuarinos de características granulométricas areia, silte e argila poderá favorecer a degradação de óleos derramados tanto em águas marinhas quanto em estuarinas.

Palavras-chave: Interações de óleo e sedimento, OMA, Derramamento de óleo em ambiente costeiro, Fração granulométrica, Limpeza de Ambiente Costeiro.
  -- IsabelBarros - 16 Aug 2012 \ No newline at end of file

Revision 116 Aug 2012 - Main.IsabelBarros

Line: 1 to 1
Added:
>
>
META TOPICPARENT name="GeolMono20121"
Estratigrafia de sequências de bacias rifte: uma nova abordagem para o entendimento da variação do nível de base na região nordeste da Bacia do Recôncavo - Bruno Huoya Mendonça (2012.1)
<br />
<br />
*Banca:* Prof. Dr. Michael Holz - IGEO/UFBA, Msc. Flávio Miranda de Oliveira - IGEO/UFBA e Petrobrás, Esp. Cícero da Paixão - ANP/UFBA

<br />
<br />
*Resumo:*
A Bacia do Recôncavo está localizada na região nordeste do Brasil, no estado da Bahia. Desenvolvida sobre o Cráton do São Francisco e inserida no contexto do rifte Recôncavo-Tucano-Jatobá, esta bacia foi formada durante a separação do supercontinente Gondwana. A área de estudo está localizada na parte nordeste da bacia, na região do Campo de Caracatu, próximo à Falha de Salvador, e bastante influenciada pelos leques aluviais oriundos da mesma. O estudo do pacote sedimentar da área foi feito se baseando nas definições e conceitos da estratigrafia de sequências, que como método de análise estratigráfica possibilita um caráter preditivo bastante aplicável na prospecção de hidrocarbonetos. A utilização dessa ferramenta em bacias do tipo rifte divide o pacote sedimentar, depositado durante a formação da bacia, em três tratos tectônicos: trato tectônico de início de rifte, trato tectônico de clímax de rifte e o trato tectônico de final de rifte. Esses apresentam características sedimentares que refletem a interação entre a tectõnica e o clima em cada parte da formação de uma bacia rifte, com respostas específicas nos perfis geofísicos. A interpretação dos 9 perfis de poços contidos dentro da área de estudo possibilitou a confecção de 5 seções estratigráficas, as quais proveram informações sobre a arquitetura estratigráfica e a dinâmica deposicional da bacia. Essas seções e modelos estratigráficos tridimensionais, construídos a partir dessas, juntamente com as interpretações das 4 linhas sísmicas, possibilitaram a confecção de 4 seções esquemáticas. Esses providenciaram dados para o melhor entendimento da situação atual do arcabouço estrutural da área em estudo, assim como a atual disposição dos pacotes sedimentares, ilustradas por 5 seções geológicas e por modelos geológicos tridimensionais. Além de possibilitar um mapeamento tridimensional da região nordeste da Bacia do Recôncavo, a análise e interpretação dos dados de poços e sísmicos tornou possível uma melhor compreensão da variação do nível de base, na área de estudo, durante a formação desse aulacógeno, culminando num modelo que ilustra essa variação, assim como as taxas de variação do nível de base durante a evolução dessa bacia.

<br />
Conclui-se que a formação do OMA em ambientes tropicais marinhos e estuarinos de características granulométricas areia, silte e argila poderá favorecer a degradação de óleos derramados tanto em águas marinhas quanto em estuarinas.
<br />
<br />
*Palavras-chave:* Interações de óleo e sedimento, OMA, Derramamento de óleo em ambiente costeiro, Fração granulométrica, Limpeza de Ambiente Costeiro.

-- IsabelBarros - 16 Aug 2012

 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &© by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback