Difference: PriscilaCosta2011 ( vs. 1)

Revision 128 Mar 2012 - VanderluciaCruz

Line: 1 to 1
Added:
>
>
META TOPICPARENT name="GeolMono20112"
Influência da Dolomitização como Mecanismo Responsável pela Criação da Porosidade nos Calcarenitos Oolíticos/Oncolíticos do Membro Maruim da Formação Riachuelo de Idade Albiana da Bacia Sergipe-Alagoas.- Priscila Passos Barreto Costa (2011.2)

Banca: Geólogo Cícero da Paixão Pereira - Orientador - IGEO/UFBA e ANP, Prof. MSC. Félix Ferreira de Farias - IGEO/UFBA, Prof. MSc. Roberto Rosa - IGEO/UFBA e Petrobras

Resumo: O presente trabalho tem por objetivo identificar e discutir as principais feições diagenéticas observadas, principalmente a dolomitização nas rochas das Pedreiras Brejo e Carapeba, que se constituem ótimos afloramentos do Membro Maruim na bacia de Sergipe Alagoas. A partir das análises petrográficas, pôde-se formatar o modelo de dolomitização mais adequado. Análises macroscópicas e estudos petrográficos combinados revelaram que os principais litotipos encontrados nas Pedreiras Brejo e Carapeba são Packstones, Grainstones e Doloespatitos, sendo os principais constituintes os oncólitos, oólitos, bioclastos, peloides e intraclastos, além de romboedros de dolomita.Tais estudos revelaram, também, que as rochas analisadas apresentam graus diferentes de dolomitização, sendo o modelo que mais se adequa a estas rochas, a mistura de águas ( Dorag), devido à quantidade de material terrígeno encontrado em lâmina, bem como nenhuma outra evidência que justifique os outros modelos. Constatou-se um acréscimo de porosidade dos Doloespatitos em detrimento dos demais litotipos confirmando o que já e conhecido na literatura. Por fim, quanto à interpretação ambiental associou-se os litotipos com presença de lama carbonática e oncólitos aos ambientes de baixa energia, possivelmente um ambiente lagunar, ao passo que os litotipos com cimento e oólitos, um ambiente de alta energia, possivelmente os bancos carbonáticos de aguas rasas e patch reefs. Devido à promoção de porosidade em Doloespatitos, sugere-se que tais rochas venham a ser alvo de estudos contínuos nas bacias brasileiras, tanto pelo potencial conhecido na literatura, quanto pela quantidade expressiva de reservatórios carbonáticos no mundo.

Palavras-chave: Petrografia. Processos Diagenéticos. Dolomitização. Porosidade.
 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &© by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback