Difference: PRODU플OTEXTUAL (1 vs. 3)

Revision 311 Jul 2006 - CecilioSantos

Line: 1 to 1
 
META TOPICPARENT name="GRUPO3"
Deleted:
<
<
 

OBJETOS DE APRENDIZAGENS

Changed:
<
<
O fortalecimento de rede e de ambientes virtuais no pode sobrepor a necessidade primordial do individuo, que o de ser ele prprio, efetivamente, com a寤es e desejos humanos e atitudes humanas. Produzir virtualmente os novos conhecimentos, precisa levar em considera豫o estas questes e a partir delas, aprofundar e impulsionar os devaneios humanos, coletivizados pela sua participa豫o em meio ao inusitado, fazendo dela, ponte para mergulhos imaginveis.
>
>
O fortalecimento de rede e de ambientes virtuais no pode sobrepor a necessidade primordial do individuo, que o de ser ele prprio, efetivamente, com a寤es e desejos humanos e atitudes humanas. Produzir virtualmente os novos conhecimentos, precisa levar em considera豫o estas questes e a partir delas, aprofundar e impulsionar os devaneios humanos, coletivizados pela sua participa豫o em meio ao inusitado, fazendo dela, ponte para mergulhos imaginveis.
  Perceber essas novas competncias e habilidades, so efetivamente otimizar igualdade socio-cultural, interacionista e, principalmente, construir redes de saberes universais, validados pelas prprias pessoas., nos ambientes de convivncia e de rela寤es. Contudo, trazendo para este espao a necessidade de observar o mundo tecnolgico e os ambientes virtuais de aprendizagens, corresponder em rede, forma vrios pontos de vista de uma das mais intensas mudanas em qualquer curso, principalmente, no processo de introduzir novidades com os conceitos das tecnologias na forma豫o de professores.Todavia, afirmamos que a aprendizagen on-line nos permite uma maior interatividade na contextualiza豫o dos ambientes de socializa豫o.

Revision 230 Jun 2006 - CecilioSantos

Line: 1 to 1
 
META TOPICPARENT name="GRUPO3"
Deleted:
<
<
 

OBJETOS DE APRENDIZAGENS

Changed:
<
<
O fortalecimento de rede e de ambientes virtuais no pode sobrepor a necessidade primordial do individuo, que o de ser ele prprio, efetivamente, com a寤es e desejos humanos e atitudes humanas. Produzir virtualmente os novos conhecimentos, precisa levar em considera豫o estas questes e a partir delas, aprofundar e impulsionar os devaneios humanos, coletivizados pela sua participa豫o em meio ao inusitado, fazendo dela, ponte para mergulhos imaginveis.
>
>
O fortalecimento de rede e de ambientes virtuais no pode sobrepor a necessidade primordial do individuo, que o de ser ele prprio, efetivamente, com a寤es e desejos humanos e atitudes humanas. Produzir virtualmente os novos conhecimentos, precisa levar em considera豫o estas questes e a partir delas, aprofundar e impulsionar os devaneios humanos, coletivizados pela sua participa豫o em meio ao inusitado, fazendo dela, ponte para mergulhos imaginveis.
  Perceber essas novas competncias e habilidades, so efetivamente otimizar igualdade socio-cultural, interacionista e, principalmente, construir redes de saberes universais, validados pelas prprias pessoas., nos ambientes de convivncia e de rela寤es. Contudo, trazendo para este espao a necessidade de observar o mundo tecnolgico e os ambientes virtuais de aprendizagens, corresponder em rede, forma vrios pontos de vista de uma das mais intensas mudanas em qualquer curso, principalmente, no processo de introduzir novidades com os conceitos das tecnologias na forma豫o de professores.Todavia, afirmamos que a aprendizagen on-line nos permite uma maior interatividade na contextualiza豫o dos ambientes de socializa豫o.

Revision 129 Jun 2006 - CecilioSantos

Line: 1 to 1
Added:
>
>
META TOPICPARENT name="GRUPO3"

OBJETOS DE APRENDIZAGENS

O fortalecimento de rede e de ambientes virtuais no pode sobrepor a necessidade primordial do individuo, que o de ser ele prprio, efetivamente, com a寤es e desejos humanos e atitudes humanas. Produzir virtualmente os novos conhecimentos, precisa levar em considera豫o estas questes e a partir delas, aprofundar e impulsionar os devaneios humanos, coletivizados pela sua participa豫o em meio ao inusitado, fazendo dela, ponte para mergulhos imaginveis.

Perceber essas novas competncias e habilidades, so efetivamente otimizar igualdade socio-cultural, interacionista e, principalmente, construir redes de saberes universais, validados pelas prprias pessoas., nos ambientes de convivncia e de rela寤es. Contudo, trazendo para este espao a necessidade de observar o mundo tecnolgico e os ambientes virtuais de aprendizagens, corresponder em rede, forma vrios pontos de vista de uma das mais intensas mudanas em qualquer curso, principalmente, no processo de introduzir novidades com os conceitos das tecnologias na forma豫o de professores.Todavia, afirmamos que a aprendizagen on-line nos permite uma maior interatividade na contextualiza豫o dos ambientes de socializa豫o.

Produzir virtualmente, requer de ns, um exercicio cotidiano que pressupoe o rompimento de velhos hbitos individualistas, com caractersticas presentes e fortemente observadas nos nossos atos. Nem sempre esse rompimento tem sido algo fcil. Gera-nos sofrimentos e angstias. quase doloroso saber e sentir a ilusria sensa豫o de segurana que a produ豫o indivudual possa representar. Questionamos, no entanto, a autenticidade, a valida豫o e o significado semntico, histrico e funcional destas produ寤es.

Portanto, romper com estes estigmas representa abrir-se para uma sociedade que pressupe universalidade de oportunidade, de transforma豫o, de oportunidades, de intera豫o de pensamento, de solidariedade e comprometimento coletivo com aquilo que se produz. Verificamos nesta possibilidade de transforma豫o de princpios e atitudes, ricos momentos de produ豫o de conhecimetos. Mas como produzir virtualmente, sem contudo permanecer estimulando o apagamento das rela寤es tipicamentes humanas, como afeto, toque, cheiro, calor?

Talvez a palavra comunica豫o s adquiriu valores que no vo alm do sentido denotativo, usada restritamente para expressar idias vagas. Por essa razo, vimos que comunicar ultrapassa os limites ling茴sticos, expressivos. Ela representa otimiza豫o da rela豫o humana nos mltiplos aspectos sociais, fsicos, intelectuais. E, essa complexa a豫o privilegiada no indivduo precisa ser melhor trabalhada nas nossas escolas. Os meios de propaga豫o manifesta a experimenta豫o dos recursos mais avanados de comunica豫o, cujas caractersticas de instantaneidade ganha importncia, reconhecimento e al disso desafiam as nossas a寤es docentes. Percebemos tambm, que comunicar, nesta lgica, representa o atiramento incondicional ao universo do outro, sem invadir os princpios fundamentais, evitando rudos e danos nos processos relacionais da sociedade contempornea.

As redes de comunica豫o modificaram-se em um ambiente para organizar grupos de aprendizagens virtuais. A rede web no s uma tecnologia, mas um meio para intera寤es e organiza寤es colaborativas das aprendizagens. As redes de informa寤es e comunica寤es esto se desenvolvendo, atravs da forma豫o das comunidades, principalmente na perspectiva pedaggica.

O mundo tecnolgico est com muita valoriza豫o na democracia da educa豫o, mas ainda existe muitas pessoas que no tem acesso a esse mundo. Uma simples navega豫o no quer dizer que o indivduo esteja includo no meio virtual; a proposta que todos se envolvam e que tenham participa豫o ativa para o desenvolvimento das pesquisas. As pessoas tm que ter o domnio das estratgias que so definidas pela capacidade de aprender e aprender sozinho ou em grupos. O mais importante para ns foi o acompanhamento da professora, no qual ela identificou algumas dificuldades e definiu objetivos e estratgias para que as mesmas fossem superadas.

Diante das mais variadas defini寤es a respeito dos objetos de aprendizagens, percebemos que eles so meios de informa豫o contnua separada em partes diferentes, visando a facilidade de processamento e transmisso da aprendizagem para ser reutilizada em novos campos. Esta defini豫o d-nos a entender que os objetos de aprendizagens, nem sempre so organizados de forma linear, podendo assim, ser um processamento que se realiza numa comunidade on-line.

Alm de proporcionar praticidade s nossas vidas, as tecnologias trouxeram inova寤es aos processos de apredizagens. Com o desenvolvimento das redes de comunica豫o, em especial a internet, surgiram comunidades e outros meios que facilitaram a troca de informa寤es e nos auxiliaram na constru豫o do conhecimento. Tendo em vista o crescente nmero de pessoas que utilizam a WEB para fazer pesquisas e socializar informa寤es, afirmamos que estamos entrando na era da aprendizagem on-line. Os espaos virtuais nos colocaram em locais de debates e discusses, compartilhando projetos e revolucionando os mtodos de ensino.

Tambm importante mencionarmos que a socializa豫o de informa寤es atravs de chats e fruns apresentou vrios pontos positivos. Um deles, e talvez o mais importante, consistiu no fato de que compartilhando esses projetos, os indivduos aprendem de maneira mais rpida.

No entanto, nessa forma de aprendizagem, ainda encontramos muitas deficincias. A primeira delas a falta de instru豫o por parte de muitos membros dos espaos virtuais. importante que estejamos cientes de que a simples navega豫o na rede no garante a aprendizagem necessria. Alm disso, as formas de orienta豫o atravs da rede podem no surtir resultados to bons quanto os obtidos num encontro cara-a-cara entre alunos e professor.

E no podemos negar, que a colabora豫o e intera豫o, alm de serem bastante dinmicas e prazerosas, tm contribudo significativamente no processo ensino/aprendizagem, Haja vista que no contexto que estamos inseridos, apesar da desigualdade social, em que muitos no tm acesso a tecnologia, uma grande parte busca conhecer e participar. Portanto ns como educadores/educadoras, temos que est propiciando situa寤es de constru豫o coletiva, onde todos possam se sentir participates desse processo.

 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &짤 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback