CETAD UFBA

"As drogas, mesmo o crack, são produtos químicos sem alma: não falam, não pensam e não simbolizam. Isto é coisa de humanos. Drogas, isto não me interessa. Meu interesse é pelos humanos e suas vicissitudes."
Antonio Nery Filho

Fissura por crack: comportamentos e estratégias de controle de usuários e ex-usuários

por CHAVES, Tharcila V; SANCHEZ, Zila M; RIBEIRO, Luciana A and NAPPO, Solange. em

« Voltar

Autor Ano Local de Publicação Local Tema
CHAVES, Tharcila V; SANCHEZ, Zila M; RIBEIRO, Luciana A and NAPPO, Solange. 2011 São Paulo São Paulo

Instituição de Origem Estado Instituição Instituição ResponsávelSorted descending
Revista de Saúde Pública São Paulo Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo

Formato da Obra Formato Disponível Número de Páginas Idioma
Artigo em Magazine Texto integral 8 Português/Inglês

Resumo

OBJETIVO: Compreender a fissura do usuário de crack, bem como descrever os comportamentos desenvolvidos sob fissura e estratégias utilizadas para seu controle. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo qualitativo com amostra intencional por critérios de 40 usuários e ex-usuários de crack em São Paulo, SP, nos anos de 2007 e 2008. Os entrevistados foram recrutados pela técnica da bola de neve e submetidos à entrevista semi-estruturada em profundidade, até a saturação teórica. Após transcrição literal, seguiu-se a análise do conteúdo das entrevistas para elaboração de inferências e hipóteses alicerçadas nessas narrativas. ANÁLISE DOS RESULTADOS: Os entrevistados estavam igualmente distribuídos quanto ao sexo, possuíam idade entre 18 e 50 anos, abrangeram todos os níveis de escolaridade e a maior parte possuía poucos recursos financeiros. Além da fissura sentida na abstinência de crack e da fissura induzida por pistas ambientais e emocionais, constatou-se um tipo de fissura que faz parte do próprio efeito do crack. Esta última apareceu como forte fator mantenedor dos binges de consumo, que foram os maiores responsáveis pelo rebaixamento de valores do usuário, sujeitando-o a práticas arriscadas para a obtenção da droga. Os métodos mais citados para a obtenção de crack ou dinheiro para comprá-lo foram: prostituição, manipulação de pessoas, endividamento, troca de pertences por crack e roubo. Foram relatadas estratégias para o alívio da fissura e táticas farmacológicas e comportamentais para evitar o seu desenvolvimento, como: comer, ter relação sexual, jogar futebol, trabalhar, evitar o contexto social de uso de crack e usar drogas que causam sonolência. CONCLUSÕES: Os binges de consumo de crack são causados pela fissura induzida durante o uso da droga. As medidas criadas pelo próprio usuário para lidar com a sua fissura melhoram sua relação com o crack e podem ser ferramenta importante para o aprimoramento do tratamento.

Palavras Chave Cocaína. Crack. Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias. Psicologia. Comportamento Obsessivo.
Link Artigo
Referência para Citação CHAVES, Tharcila V; SANCHEZ, Zila M; RIBEIRO, Luciana A and NAPPO, Solange A. Fissura por crack: comportamentos e estratégias de controle de usuários e ex-usuários. Rev. Saúde Pública [online]. 2011, vol.45, n.6, pp. 1168-1175. Epub Sep 02, 2011. ISSN 0034-8910.
Observação Material linkado com o banco de dados do Scielo.


create new tag

Contador de visitas grátis

Pressione Enter para enviar a busca.

Logar