TÍTULO:

Rádio e a educação: extensão

Palavras chave:

Tecnologias educacional, mídia e educação, rádio educativa, desenvolvimento social, rádio como instrumento de cidadania

Equipe

Doutores

Nelson De Luca Pretto - nelson@pretto.info

Maria Helena Bonilla - bonilla@ufba.br

Mestres

Ana Paula Bossler - paulabossler@hotmail.com

Especialistas

Paulo Cezar Oliveira - pcezar@salvador.ba.gov.br

Telma Brito - telmabr@ufba.br

Técnicos

Adriane Halmann - adriane_halmann@yahoo.com.br

Rozane Suzart Gesteira - rozanesuzart@yahoo.com.br

Alexandre Amoedo Amorim - amoedoamorim@yahoo.com.br (247 4874, 9131 9576)

Monitores

Carla Sardeiro Vasconcelos Ribeiro - carlasardeiro@yahoo.com.br (8828 1982)

Sandra Santana dos Anjos Loiola - sandraloiola@yahoo.com.br

Darlene Almada Oliveira Soares - darlene.almada@pop.com.br

Djair Silva Santana - djair@im.ufba.br

1. Introdução

Este projeto de extensão surge por demandas apontadas pelo projeto de pesquisa "Do MEB a WEB: rádio e educação", que vem sendo desenvolvido, com o apoio Pibic/Cnpq (Edital PIBIC /UFBA 01/2004), na Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia, no âmbito do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Tecnologias [http://www.faced.ufba.br/gec]. É coordenado por Nelson de Luca Pretto e conta com dois bolsistas de iniciação científica (Alexandre Amoedo Amorim e Carla Sardeiro Vasconcelos), além da equipe de trabalho do grupo de pesquisa.

A pesquisa surgiu a partir da necessidade de se repensar o uso do rádio como importante elemento agregador de ações educativas e, nesse sentido, busca resgatar a história do uso da mídia rádio na educação, desde o projeto Movimento de Educação de Base (MEB) na década de 60. As rádios livres e comunitárias são numerosas e possuem ações significativas, mas encontram dificuldades no marco regulatório além de ser necessário uma amplo movimento de apoio às escolas para que as mesmas possam incorporar essa mídia em suas práticas escolares. Sendo assim, o projeto de pesquisa visa:

· Buscar referências de experiências brasileiras de uso das mídias, especialmente rádios, através de levantamento das experiências, histórico da legislação e políticas públicas de rádios livres e comunitárias;

· Investigar softwares não-proprietários que viabilizam a implementação, operação e manutenção de Rádios Web;

· Analisar a presença do rádio na web no contexto brasileiro, fixando olhar nas experiências do seu uso na educação e a repercussão para o desenvolvimento social.

A análise da atuação da rádio na comunidade incitou a criação deste projeto de extensão. Uma rádio comunitária, livre e na web é um importante veículo para atuação em ações sociais como o reconhecimento das diversidades e necessidades da comunidade e produção/criação de conhecimento/materiais culturais.

As rádios podem atuar reforçando os laços entre a acadêmia e os grupos sociais locais, articulando programas e projetos desenvolvidos pela universidade e pelas organizaÇões do terceiro setor que atuam nas comunidades.

Aqui pretendemos que a Rádio Web Faced atue como um espaço de desenvolvimento social democrático que possibilite a construção e veiculação de conhecimentos e manifestações diversas, que seja um laboratório para experimentação e propicie o reconhecimento das singularidades da comunidade. Em paralelo, com a identificação das escolas que estão envolvidas no programa de formação de professores de salvador e irecê, estaremos apoiando a instalação de rádio web nas escolas e a produção de produtos para a montagem da rede de rádio web, articuladas pela FACED/UFBA. Para isto se faz necessário participar do movimento de desenvolvimento de softwares livres para Rádios Web, bem como criar programas de acordo com as necessidades das comunidades, identificadas a partir da pesquisa de campo, contribuindo, por meio de nossas intervenções locais, com a apropriação destas tecnologias pelos professores e alunos.

Isto será realizado em um conjunto de ações desenvolvidas de novembro de 2004 a junho de 2005, vinculado a outras atividades de ensino, pesquisa e extensão, contando com a contribuição dos participantes do Grupo de Pesquisa em Educação, Comunicação e Tecnologias (GEC – Faced/UFBA), professores das redes municipais das cidades de Salvador e Irecê (Bahia) que já atuam em parceria com a FACED/UFBA no Programa de Formação de Professores em andamento.

2. Justificativa

As rádios livres comunitárias web possuem características compatíveis às necessidades e realidades socioeconômicas e culturais das cidades de Salvador e Irecê e, ao focar o seu uso na área educacional, poderá trazer relevantes benefícios sociais às comunidades.
Capacitar e atribuir competências aos sujeitos das comunidade de Salvador e Irecê possibilitará um domínio tecnológico e conceitual necessário à difusão da cultura do uso do rádio dentro do estabelecimento de ensino, bem como a preparação dos usuários (professores e alunbos) instrução a respeito da implementação dos mesmos e todos seus recursos disponíveis.
Comparada a outros meios de comunicação, uma rádio livre comunitária web requer uma implementação de baixo custo (inclusive por se tratar da utilização de software livre), não havendo de um técnico especializado para a operação dos equipamentos e os resultados são observados tão logo sua instalação ocorra. Já temos um considerável número de experiências bem sucedidas de uso destas tecnologias a servuço da educação e da cultura e este projeto pretende, articulado com a pesquisa, identificando estas práticas trazer as experiêcias para as comunidades envolvidas.

As experiências que relacionam a educaÇão com a comunicação têem possibilidade o desenvolvimento de projetos mais pluralista, com forte presença das realidades locais, garantindo um espaço democrático de livre expressão e assegurando a representatividade das diversidades culturais existentes. A rádio livre comunitária web reflete a pluralidade das comunidades envolvidas, aproximando mais a universidade das escolas e esse conjunto de toda a comunidade.

Ao se aproximar da realidade social da comunidade, ao tomar conhecimento de seus problemas e suas necessidades, fica mais fácil e eficiente criar espaço para programas que tratem da cultura, saúde, segurança e organização política da comunidade.

Para a educação, a rádio livre comunitária web, por tratar da/e retratar a realidade local, pode contribuir de forma decisiva para o atendimento das às necessidades e interesses culturais, de segurança, saúde,entre outros, além de favorecer a intensificação de culturas locais, fortalecendo a dimensão cidadã dna formaÇão de jovens e adolescentes. Estas ações abrem a possibilidade da livre discussão e interatividade entre as pessoas,favoirecendo o respeito dos problemas e interesses comuns, proporcionando uma melhor organização política, o aumento da solidariedade social, o despertar para uma responsabilidade comunitária e a produção de consensos sobre as dificuldades individuais e coletivas.

3. Objetivos

· Compreender a Rádio como um espaço de desenvolvimento social: a Rádio como espaço de construção e veiculação de conhecimentos, manifestações diversas, laboratório de experimentos em conhecimento, um propagador de conhecimentos livres da sociedade;

· Desenvolver aplicativos em softwar livre para a criação de Rádios Web;

· Identificar as necessidades e interesses da comunidade a fim de elaborar programas de rádio que abordem a realidade local;

· Auxiliar no processo de apropriação da cultura de uso do rádio no contexto educativo;

· Analisar a repercussão social causada pela difusão da cultura do uso do rádio junto à educação;

. Produzir, juntamente com as comunidades locais, progamas de rádios a serem veiculados pela rádio Web Faced e pela srádios instaladas nas escolas;

· Identificar e analisar a demanda do público ouvinte.

4. Metodologia

5. Parcerias

Universidade Federal da Bahia - UFBA/FACED

Bibiblioteca Virtual de Educação a Distância (BVEAD)

Prefeitura Municipal de Irecê

Prefeitura Municipal de Salvador

6. Infra-estrutura

A FACED está equipada com todas as condições necessárias para o desenvolvimento deste projeto que está vinculado à Linha de Pesquisa Currículo e Tecnologias da Informação e Comunicação e do Grupo de Trabalho em Educação, Comunicação e Tecnologias.

Temos disponíveis computadores interligados na Internet.

Também estará à disposição do grupo o ÉduCANAL? , equipado com televisores, vídeos, filmadoras, ilhas de edição não lineares, bem como sinal de TV à cabo. Além disso, o grupo de pesquisa ao qual este projeto está vinculado possui um razoável número de acadêmicos que contribuem de forma coletiva para o desenvolvimento deste projeto.

7. Avaliação

A avaliação terá caráter processual e contínuo, investigando-se a participação da comunidade e a repercussão em seu meio. Isto será feito através dos programas em execução da rádio, da participação do público e das contribuições para a formação integral e cidadã das pessoas da comunidade. A avaliação se constituirá pela análise dos dados objetivos e subjetivos primários levantados, já que se prende à coleta de opiniões, sugestões, depoimentos, entrevistas, além da análise de fatos constatados e registrados através de formulários e técnicas de observação indireta e direta - participante. Uma amostra das atividades desenvolvidas e seus resultados obtidos será apresentada no Festival que marcará o encerramento do processo, bem como será elaborado um relatório final que analisará todas as atividades desenvolvidas durante o período do projeto.

8. Resultados esperados

Pretende-se, com este projeto de extensão, contribuir para o desenvolvimento social e cultural dos grupos abrangidos pela Rádio Web Faced, de acordo com a relação universidade sociedade e compromisso/impacto social.

Visa-se que este também traga relevantes produções acadêmicas através do desenvolvimento de ações de pesquisa e ensino; da alimentação da Biblioteca Virtual de Educação a Distância (PROSSIGA/CNPq); da publicação de artigos sobre a ações (produção científica); do fornecimento de subsídios para outros trabalhos de pesquisa, ensino e extensão; produção de programas de rádio; contribuição para o desenvolvimento de softwares livres para rádios web, decorrentes da experimentação de alternativas metodológicas de trabalho.

Espera-se fortalecer a indissociabilidade entre as atividade de ensino, pesquisa e extensão universitária, aproximando o “conhecimento acadêmico” da “vida concreta da sociedade” e de seus problemas. Também espera-se que esta aproximação nos ajude a descobrir novos objetos de investigação, apontando desafios, limites e possibilidades de nossa realidade social.

9. Cronograma de Execução

Duração: Novembro de 2004 a Junho de 2005

novembro dezembro janeiro fevereiro março abril maio junho
Aplicação e análise de questionários e entrevistas sobre as comunidades a serem envolvidas no processo de extensão x x x x x x x
Administração de atividades e oficinas visando o ensino prático dos equipamentos e parte tecnológica   x x x x x  
Estabelecimento de equipe de trabalho a fim de organizar grupos de produção x x x x x    
Palestras e seminários x     x      
Festival             x
Elaboração de programas de rádio (conteúdo, parte técnica, entrevistas...) por parte dos grupos envolvidos x x x x x x x
Alimentação da Biblioteca Virtual de Educação a Distância (BVEAD) x x x x x x x
Identificação e análise de softwares livres para implementação e operação da rádio, contribuindo para a construção/desenvolvimento de softwares x x x x x x x
Pesquisa sobre experiências em Rádio Livre e Rádio Web, bem como da legislação e políticas públicas brasileiras x x x x x x x
Elaboração de material audiovisual dos eventos e atividades para a disponibilização dos mesmos através da rádio e da BVEAD x x x x x x x
Avaliação processual x x x x x x x x
Elaboração do relatório final das atividades               x

10. Referências bibliográficas

BOSSLER, Ana Paula. Indicadores de gêneros educativos na mídia radiofônica , dissertação de Mestrado. UFMG/FAE, 2004.

COELHO NETO, Armando. Radio Comunitária não é Crime , Ícone Editora , 2002

DIAS, Carlos Eduardo de Moraes. Rádio Educativa: concepções de rádio universitária. USP. Dissertação Mestrado São Paulo, 1993.

ESPINHEIRA, Ariosto. Rádio e educação. São Paulo: Melhoramentos, 1999.

FOLHA DE SÃO PAULO, 28/01/2004, Na era Lula, sobe o número de rádios fechadas http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2801200412.htm, capturado em 20/05/2004

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

LIMA, Maria de Fátima. O Fio de Esperança: políticas públicas de educação e tecnologias da informação e comunicação. Faculdade de Educação/UFBA. Salvador, UFBA, Tese de doutorado, 2002.

LITWIN, E. Tecnologia educacional: política, histórias e propostas. Porto Alegre, Artes Médicas. 1997.

MARTINS, Francisco Menezes; Silva, Juremir Machado da, et al. Para navegar no século XXI. Porto Alegre: Sulina; Edipucrs, 1999.

PRETTO, Nelson de Luca. Uma escola sem/com futuro. Campinas, SP: Papirus, 1996.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.

SOARES, Ismar de Oliveira. Sociedade da Informação ou da Comunicação? São Paulo, Ed Cidade Nova, 1996.

Topic attachments
I Attachment Action Size DateSorted descending Who Comment
docrtf ANEXO4ProjetoRADIO.rtf manage 161.1 K 20 Sep 2004 - 14:31 UnknownUser versão de impressão
Página Inicial >> ExtensaoMec
Editar Anexar Versões Mais...
Projeto Software Livre - Bahia
TableLess - Coerência, Simplicidade e Acessibilidade no código HTML TWiki - Ambiente Web Colaborativo %btXHTMLok% %btCSSok%
ultima revisão: r17 - 28 Oct 2004 - 14:14:13 - AdrianeHalmann?     |     Copyleft Faced-UFBA