Suscetibilidade ambiental na região costeira do município de Mata de São João – Bahia. Giselaine Valeriano das Neves (2013.1)

Banca: Geólogo Marcus Vinícius C. Almeida Júnior - Co-Orientador, Prof. Dr. José Ângelo Sebastião Araújo dos Anjos -IGEO/UFBA – Orientador, Prof. MSc. Flavio José Sampaio - IGEO/UFBA, Profa. MSc. Renilda Fátima Gonçalves de Lima – IFBA.

Resumo: A região costeira do município de Mata de São João, no estado da Bahia, está inserida em um dos principais polos turísticos do litoral norte do Estado, Na qual nos últimos anos houve um crescimento acelerado da população, principalmente após a construção da BA-099 (Linha Verde), que facilitou o acesso a essas áreas, motivando o processo de desenvolvimento da região, seguido de novos aglomerados urbanos, ora de maneira desordenada. Em face desses aspectos, e em função da vulnerabilidade natural da Formação Barreiras, relacionada às suas características litológicas e morfológicas, o processo erosivo tem se intensificado, tornando crescente o número de áreas suscetíveis na região. Baseado nessas premissas, este trabalho tem como objetivo, avaliar e estabelecer valores na escala de suscetibilidade ambiental da região de estudo. A área pesquisada foi mapeada na escala 1:25.000, e situa-se entre as coordenadas 600.444 e 613.971 mE e 8605.333 e 8623.136mN, com área aproximada de 80 km². A metodologia aplicada consistiu em pesquisa bibliográfica, tratamento de imagens de satélite com resolução espacial de 90m e levantamento de campo por meio de visita em áreas de maior vulnerabilidade. Foram mapeados 9 (nove) pontos no qual se avaliou os padrões de relevo, o uso e ocupação do solo, a hidrografia/hidrogeologia, a cobertura vegetal e a geologia. A partir dessas informações, e com o uso de técnicas do geoprocessamento, foram identificadas as áreas com maior grau de suscetibilidade, a fim de conscientizar e prevenir quanto à ocupação destes locais, evitando assim a formação de áreas de risco ambiental.

Palavras chave: Suscetibilidade ambiental, Vulnerabilidade, Geoprocessamento, Formação Barreiras.