Estudo das anomalias da temperatura da superfície do mar ocasionadas pela Zona de Convergência do Atlântico Sul ao largo da costa sudeste do Brasil. - Hélio Paulo de Matos Júnior (2012.2)

Banca: Prof. Dr. Clemente Augusto Souza Tanajura - IF/UFBA - Orientador

Resumo: Em várias regiões do sudeste do Brasil são observadas intensas precipitações, principalmente durante o verão o que compromete a rotina e segurança da população e a economia do país. As chuvas que ocorrem durante os meses mais quentes do ano no sudeste, estão geralmente associadas à Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), a qual influencia diretamente diversas atividades econômicas e o manejo dos recursos hídricos, em razão do controle que exerce sobre a distribuição espacial e temporal da precipitação no sudeste do Brasil e oceano adjacente. Este trabalho tem como objetivo estudar as anomalias na camada de mistura oceânica (CMO) causadas em curto-prazo, na escala de horas a dias, causadas pela presença da ZCAS. Essas anomalias são provenientes da troca de calor e momentum entre o oceano e atmosfera, São estudadas especificamente anomalias da espessura da CMO e da temperatura da superfície do mar (TSM) durante os episódios de ZCAS ao largo da costa do sudeste do Brasil.
Para tanto, foram utilizadas saídas do sistema de assimilação de dados americano formado modelo de circulação global HYCOM e o NCODA (HYCOM-NCODA) e simulações e previsões do modelo de circulação regional, ROMS realizadas no escopo da Rede de Modelagem e Observação Oceanográfica (REMO).
A presença da ZCAS reduziu a TSM do oceano subjacente. Essa redução é explicada na literatura principalmente como um efeito pela diminuição da incidência da radiação de ondas curtas como consequência do aumento da cobertura de nuvens durante os períodos de ZCAS.
Entretanto, o entranhamento de águas frias na base CMO e redução da espessura da CMO pode também contribuir para a redução da TSM. Os resultados do presente estudo mostraram de forma qualitativa que o entranhamento por bombeamento de Ekman participa do processo de variação da TSM.
O presente estudo mostrou ainda que o modelo ROMS tem sensibilidade em suas previsões de curto-prazo para capturar redução de 0.5oC da TSM ou mais e redução da espessura da CMO em 10 m ou mais associada à presença da ZCAS. Esse fato justifica a realização de previsão oceânica de curto-prazo para a região de interesse bem como o uso de modelos acoplados oceano-atmosfera para simulação e previsão.

-- IsabelBarros - 05 Jul 2013