Monitoramento de Recursos Hídricos em áreas de disposição de resíduos sólidos: O caso do Aterro Metropolitano Centro - Salvador - Bahia - Luciano Augusto Cruz dos Santos (2008.1)

Banca: Prof. Dr. Luiz Rogério Bastos Leal - IGEO/UFBA - Orientador, Prof. Dr. Sérgio Augusto de Moraes Nascimento - IGEO/UFBA, Bióloga Carla Marques Paixão - BATTRE

Resumo: Em áreas de deposição final de resíduos sólidos existe uma grande preocupação com a contaminação dos recursos hídricos por chorume proveniente do lixo. O monitoramento contínuo das águas tanto superficiais quanto subterrâneas se faz necessário para a identificação e prevenção de possíveis danos aos recursos hídricos e ao meio ambiente em geral. O presente trabalho teve como principal objetivo avaliar as principais metodologias e parâmetros usados para monitorar os recursos hídricos em áreas de disposição de resíduos sólidos urbanos e possíveis danos ambientais causados pelo vazamento de chorume ocorrido no dia 14 de janeiro de 2007 no Aterro Metropolitano Centro (AMC) da cidade de salvador. O trabalho foi realizado na área do AMC localizado na bacia hidrográfica do rio Ipitanga e que recebe todo lixo produzido pelos municípios da Região Metropolitana de Salvador. A partir de análises físico-químicas e microbiológicas das águas superficiais da área estudada (ex: Condutividade Elétrica, DBO, DQO, OD, fenol, nitrato) foi possível observar que logo após o vazamento de chorume houve alterações na composição das águas. Entretanto, após cerca de uma semana do vazamento, as concentrações dos elementos voltaram aos valores normais para a região dentro dos limites estabelecidos pela legislação vigente.