Caracterização geológica e geoquímica dos foid sienitos da porção norte do stock nefelina-sienítico Rio Pardo, região de Palmares, sul do Estado da Bahia - Nilo Pestana Quadros (2007)

Banca: Drª. Maria De Lourdes Da Silva Rosa - Orientadora, Dr. Herbert Conceição - Co-Orientador

Resumo: Os Foids sienitos da porção norte do stock nefelina-sienítico do Rio Pardo, sul do Estado da Bahia, ocupam morros elipsoidais, em uma área total de cerca de 18Km². Este stock encontra-se encaixados nos terrenos granulíticos do Cinturão Itabuna, e representa um dos diversos corpos intrusivos alinhados da Província Alcalina do Sul do Estado da Bahia - PASEBA, com idade neoproterozóica. As rochas alcalinas estudadas são leucocráticas, faneríticas média a grossa, isotrópicas, compreendendo essencialmente litotipos sieníticos com feldspatóides. Os estudos petrográficos permitiram a identificação de três grupos litológicos, sendo eles: álcali-feldspato-sienitos, nefelina-sienitos e sodalita-álcali-feldspato-sienitos. Sua mineralogia básica é formada por plagioclásio sódico, ortoclásio e nefelina, e tendo como minerais assessórios: biotita, cancrinita, carbonatos, titanita, minerais opacos, apatita, fluorita e zircão. Os estudos litogeoquímicos apontam para um fracionamento marcado pela diminuição de sílica, controlado por feldspato alcalino hipersolvus e minerais máficos. A evolução identificada nos diagramas de tipo Harker é semelhante à encontrada para outros foids sienitos da PASEBA, marcada pelo crescimento moderado em Na2O e Al2O3, com a diminuição de sílica. A tendência da diferenciação das rochas alcalinas da região em estudo, através de dados petrográficos e geoquímicos do magma, explica o seu enriquecimento em sódio e alumínio, com aumento das atividades de cloreto (sodalita) e gás carbônico (cancrinita e calcita).