Caracterização dos sedimentos superficiais de fundo da porção centro-norte da Baía de Todos os Santos, Bahia-Brasil - Paula Campos Freire (2009.2)

Banca: Prof. Geraldo Marcelo Pereira Lima - IGEO/UFBA - Orientador, Prof. Dr. Arno Brichta - IGEO/UFBA, Prof. Cícero da Paixão Pereira - IGEO/UFBA

Resumo: A Baía de Todos os Santos (BTS), terceira maior reentrância costeira do Brasil, representa um dos maiores depósitos de sedimentos carbonáticos em áreas confinadas do país. As avaliações batimétricas, energia hidrodinâmica e diferentes áreas fonte de sedimentos são os principais fatores que controlam a sedimentação nesta baía. Para o presente trabalho foi coletado um total de 32 amostras de sedimento superficial de fundo na porção centro-norte da Baía de Todos os Santos, com o auxílio de uma draga tipo van Veen. Os estudos realizados permitiram identificar, a partir de análises granulométricas e morfométricas, a origem dos sedimentos siliciclásticos, os grupos formadores dos depósitos carbonáticos, as características texturais e proporções composicionais dos grãos, estabelecendo as classes que possuem uma maior predominância na área.