LABORATÓRIO DE EPISTEMOLOGIA GENÉTICA

ANO I - 2006

Integrando o Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia, o Laboratório de Epistemologia Genética (LEG), que congrega alunos, pesquisadores e profissionais em educação, tem como seu referencial teórico e metodológico o construtivismo. Em sua dimensão diacrônica de pesquisa, este laboratório aborda o lugar ocupado pela Psicologia Genética de Jean Piaget e pelos seus desdobramentos na história da Psicologia da Educação, com ênfase no exercício da crítica de pesquisas educacionais destes escritos derivadas. Em sua dimensão sincrônica, o LEG trabalha o construtivismo enquanto metodologia e prática de ensino, com destaque para a formação continuada de professores e alunos de educação infantil e do ensino fundamental. Partidários de uma epistemologia convergente, nós, integrantes deste laboratório, buscamos neste instante cooperação com outros referenciais teóricos instituídos na interface da Psicologia com a Educação. É neste mercado de trocas simbólicas que apostamos nossas fichas na construção de uma ação educativa transdisciplinar.

ATIVIDADES PERMANENTES DE EXTENSÃO __________________________________________________ Neste segundo ano de atividades, o LEG investiu na expansão de suas atividades permanentes de extensão com a oferta de dois grupos de trabalho:

I - GT01: Epistemologia Genética e Práxis Psicopedagógica

Este grupo de trabalho, que inicialmente contou com 45 participantes, entre estudantes e profissionais em educação, realizou 16 encontros em regime quinzenal aos sábados nas dependências da FACED – UFBa. Totalizando 40 horas de trabalho, 22 integrantes do laboratório receberão certificado de extensão pelo interessante trabalho de leitura e produção de textos tendo como base os livros de Hans Furth e de Jean Piaget (vide abaixo). Destaque para a oficina de confecção de painéis sobre os estágios do desenvolvimento da inteligência em Jean Piaget, que ilustraram o nosso segundo seminário temático do ano de 2006.

Perfil dos participantes: Alunos de cursos de Graduação e de Pós-Graduação de outras instituições de ensino superior; Pesquisadores e profissionais em educação.

Metodologia de trabalho Leituras programadas; Exposições participadas; Dinâmicas de grupo; Ateliers de pesquisa; Trabalhos de campo; Avaliações processuais;

Bibliografia Básica

PIAGET, J. Seis Estudos de Psicologia. Rio de Janeiro: Forense, 1972.

PIAGET, J. Sobre a pedagogia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.

II - GT02: Alfabetização e letramento.

Este grupo de trabalho, que inicialmente contou com 22 participantes, professores da rede municipal de educação, Regional de Itapuã, realizou 16 encontros em regime mensal às sextas-feiras nas dependências da Escola Municipal Carlos Murion1. Totalizando 20 horas de trabalho, 16 integrantes deste grupo receberão certificado de extensão pelo interessante trabalho de leitura e produção de textos tendo sobre o processo de alfabetização e letramento sob lentes piagetianas.

Número de vagas: 20

Perfil dos participantes Professores de Educação Infantil Professores do Ensino Fundamental Gestores educacionais

Metodologia de trabalho Leituras programadas; Exposições participadas; Dinâmicas de grupo; Ateliers de pesquisa; Trabalhos de campo; Avaliações processuais;

Bibliografia Básica LEMLE, M. Guia teórico do alfabetizador. São Paulo: Ática, 2004. PIAGET, J. Sobre a pedagogia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.

ATIVIDADES ESPORÁDICAS DE EXTENSÃO ______________________________________________ Dois seminários temáticos, abertos à comunidade, foram realizados neste ano de 2006. Ambos considerados sucesso de público e de avaliação tanto interna quanto externa:

(1)Nós Docentes: realizado em 25 de maio com duração de três horas, teve como expositores o Prof. Dr. Marcelo Ricardo Pereira da Universidade Federal de Minas Gerais e a Profa. Dra. Tânia Marques da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O evento, realizado no Auditório I da FACED, contou com 96 participantes certificados, que fizeram doações de brinquedos à Escola Carlos Murion.

(2)Làpis, letras e Papéis: realizado em 18 de novembro com duração de três horas, teve como expositores a Profa. Dra. Iara Farias, Profa. Sheila Correia de Araújo e a Profa. Rosana Schnitman. O evento, realizado no Auditório da Faculdade de Administração, contou com 106 participantes certificados, que expressaram, através de avaliação informal, grau ótimo de satisfação com o evento.

ATIVIDADES DE PESQUISA __________________________________________________

O ano de 2006 foi marcado pelo nosso incentivo constante ao desenvolvimento de atividades de pesquisa pelos integrantes do laboratório. Associado ao trabalho dos estudantes de Pós-graduação, contamos ainda com um projeto de pesquisa aprovado pelo Programa de Bolsa de Iniciação Científica, tendo sido selecionada a aluna do Curso de Pedagogia, Marta Glácia Reis Lima, como bolsista:

1.Dito e feito: discursos e práticas pedagógicas em pré-escolas da Prefeitura Municipal de Salvador – Regional Itapuã – um estudo de caso. Pesquisa de campo que tem como objetivo realizar o levantamento, para fins de avaliação e de intervenção, da freqüência da presença do construtivismo piagetiano em práticas pedagógicas de pré-escolas da rede municipal de ensino da cidade de Salvador.

Produto/2006: revisão de literatura e coleta parcial de dados com transcrição de entrevistas e sistematização dos protocolos de observação de aulas.

2.Psicologia e formação continuada de professores alfabetizadores. Trabalho de pesquisa da professora da UESB, Ivana Nogueira em realização, como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Educação sob orientação do coordenador do LEG, Prof. Dr. Paulo Gurgel, que tem como objetivo identificar as relações entre teorias da aprendizagem e excelência da práxis pedagógica.

Produto/2006: revisão de literatura, confecção da versão final do projeto de pesquisa e construção do primeiro capítulo da dissertação.

3.O papel do jogo simbólico para o desenvolvimento e aprendizagem da criança cega. Trabalho de pesquisa da professora da Faculdade Baiana de Medicina, Sheila Correia de Araújo em realização, como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Educação sob orientação da Profª. Therezinha Miranda. O objetivo deste trabalho de pesquisa é identificar as relações entre o conceito piagetiano de jogo simbólico e a construção do mundo da criança cega do segundo ao quarto ano de vida.

Produto/2006: coleta de dados, análise de dados e construção do segundo capítulo da dissertação.

OUTRAS ATIVIDADES __________________________________________________

Durante o segundo ano de atividades do laboratório, várias atividades foram desenvolvidas no intuito de ampliar a sua visibilidade dentro da comunidade acadêmica:

Homepage (www.leg.ufba.br): Homepage do Laboratório de Epistemologia Genética, hospedado na rede UFBA. Atualizado quinzenalmente, o site constitui-se num espaço para divulgação das atividades do laboratório tanto para seus integrantes quanto para os demais interessados na temática trabalhada. Para este ano, a coordenação estuda a proposta de criação de links com outros grupos de estudos de universidades para a troca de informações e divulgação dos trabalhos. Paralelamente ao site, consolidou-se também o grupo de discursão virtual do LEG – legufba@yahoogrupos.com.br, que facilita a comunicação entre os integrantes.

Conexões Piagetianas Este é o título da revista virtual que o LEG pretende disponibilizar na rede mundial de computadores. Atualmente a “Conexões Piagetianas” figura-se como um link dentro do site e, para este ano, os objetivos desta ferramenta são:

tornar pública as práticas educativas construtivistas bem sucedidas desenvolvidas pelos integrantes do Laboratório de Epistemologia Genética e pela comunidade acadêmica; publicar artigos e papers produzidos pelos integrantes do Laboratório de Epistemologia Genética e pela comunidade acadêmica que tenham como referencial teórico-metodológico a epistemologia genética; divulgar os resultados das pesquisas desenvolvidas no âmbito do Laboratório de Epistemologia

Cortejo LEG/UFBA – Independência da Bahia Realizados a primeira edição da caminhada dos membros do laboratório no cortejo da UFBA por ocasião dos festejos da independência da Bahia, comemorado em dois de julho. A caminhada constitui-se numa boa oportunidade de divulgação do laboratório para a comunidade e também num momento de integração entre os seus participantes, que receberão camisas financiadas pelo LEG.

SEMINÁRIO ABERTO DE AVALIAÇÃO E PLANEJAMENTO Objetivando discutir, com os integrantes do laboratório, as atividades a serem realizadas no próximo ano a partir da avaliação do ano anterior, a coordenação realizou ao final do ano de 2006 o seu I SEMINÁRIO ABERTO DE AVALIAÇÃO E PLANEJAMENTO 2006/2007. Um maior empenho dos integrantes no desenvolvimento de atividades de pesquisa e uma participação mais ativa de todos em nossas atividades de extensão permanentes e esporádicas foi o compromisso firmado para o ano de 2007.

ANO I - 2005

Congregando alunos de graduação e de pós-graduação, pesquisadores e profissionais em educação, o Laboratório de Epistemologia Genética (LEG) é um grupo de pesquisa e extensão do Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia que tem como eixo do seu trabalho o construtivismo enquanto prática de subjetivação. Em sua dimensão diacrônica de pesquisa, o laboratório trabalha com o lugar ocupado pelos escritos piagetianos e pelos seus desdobramentos na história da Psicologia da Educação em sua trajetória como ciência da educação, com ênfase no exercício da crítica de pesquisas educacionais destes escritos derivadas. Em sua dimensão sincrônica, o LEG trabalha o construtivismo enquanto metodologia e prática de ensino, com destaque para a formação continuada de professores de educação infantil e das séries iniciais do ensino fundamental.

ATIVIDADES PERMANENTES DE EXTENSÃO

Em sua vocação extensionista, o LEG realizou em seu primeiro ano de trabalho duas atividades permanentes de extensão. Ambas as atividades tiverem como eixo norteador as contribuições da Epistemologia Genética para a promoção da excelência da gestão do trabalho pedagógico:

01 Grupo de Estudo: Epistemologia Genética e Práxis Pedagógica

Reunido quinzenalmente aos sábados, por um período de três horas, o grupo realizou 16 encontros totalizando 48 de estudos dedicadas às implicações das teses da Psicologia Genética de Jean Piaget para a práxis pedagógica.

(1.1) PARTICIPANTES: 32 integrantes do grupo concluíram com sucesso o trabalho desenvolvido ao longo dos dois semestres do primeiro ano de funcionamento do LEG. Receberão eles certificados emitidos pela Pró-Reitoria de Extensão. Integraram esta atividade do laboratório:

  • Alunos de cursos de graduação em pedagogia/psicologia e pós-graduação em educação e em áreas afins da UFBa e de outras instituições de ensino superior.
  • Profissionais em educação.

(1.2) METODOLOGIA As reuniões, neste primeiro ano, foram por mim regidas, enquanto coordenador do laboratório. Destaque deve ser dado ao alto grau de motivação dos participantes, o que permitiu uma variada gama de métodos e técnicas utilizadas para dinamizar os nossos encontros, dentre estes:

  • Leituras programadas.
  • Exposições participadas.
  • Dinâmicas de grupo.
  • Avaliações diagnósticas

(1.3) BIBLIOGRAFIA BÁSICA FURTH, H. Piaget na sala de aula. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

02 Assessoria Psicopedagógica á Escola Carlos Murion:

Este projeto de assessoria derivou da necessidade intrínseca do LEG de expandir o seu trabalho de extensão para além dos limites da Faculdade de Educação. Materializou-se ele na parceria firmada entre a coordenação do laboratório e a direção da Escola Municipal Carlos Murión situada no bairro de Pituaçu. Contanto com seis salas de aula, nove professores e funcionando em dois turnos, esta escola disponibiliza para a comunidade 350 vagas dividas entre educação infantil (Pré-Escolar I e II) e ensino fundamental [Ciclo de Educação Básica (CEB), terceira e quarta séries]. Destacaram-se, neste primeiro ano do nosso trabalho de assessoria as seguintes atividades, realizado em encontros quinzenais a partir do semestre do ano de 2005 (08 encontros com duração de quatro horas):

(2.1) Assessoria psicopedagógica à direção da escola para gestão de disciplina e desempenho escolar de alunos.

(2.2) Assessoria psicopedagógica à direção da escola para gestão das relações entre professores e alunos.

(2.3) Participação em reuniões pedagógicas com professores para gestão do trabalho escolar.

(2.4) Regência compartilhada de classe com a professora de uma turma do Pré-Escolar II (idade 5-6 anos) em trabalho de pesquisa-ação.

ATIVIDADES ESPORÁDICAS DE EXTENSÃO

Constituíram atividades esporádicas de extensão seminários temáticos realizados pelo laboratório nas dependências da Faculdade de Educação e abertos a participação de todos os membros da comunidade interessados. Destaque deve ser dado para o empenho dos membros do laboratório que com a coordenação organizaram os eventos e para a participação efetiva, principalmente de alunos da graduação em Pedagogia.

01 Desenvolvimento moral em Piaget e em Kolhberg: realizado em 20 de agosto, com carga horária de 04 horas, este seminário teve como expositor o Prof. Clerisson Torres, psicólogo e aluno do curso de Mestrado em Educação da UFBa, onde realiza pesquisa sobre o tema exposto. Cerca de 60 participantes compuseram uma audiência caracterizada como participativa dada a importância do tema para estudantes e profissionais em educação.

02 Desenvolvimento moral, indisciplina e bullying na escola realizado em 26 de novembro, com carga horária de 04 horas, este seminário teve como expositoras: Adriana Magalhães � Administradora de Empresas e mestre em educação �, Michelee Tee � psicóloga escolar �, e Miraci Franco � coordenadora pedagógica. Cerca de 80 participantes se reuniram para ouvir e discutir sobre temas de relevância capital para a gestão do trabalho educativo em nosso tempo.

ATIVIDADES DE PESQUISA

Neste primeiro de funcionamento o laboratório propôs-se, sob orientação de sua coordenação, iniciar duas atividades de pesquisa. Razões adversas contribuíram para que o cumprimento destas nossas metas tivesse de ser adiado para o ano de 2006. Para além de fatores externos, o fato de ser este o primeiro ano de funcionamento do laboratório contribuiu para que os seus membros integrantes fixassem seus objetivos na construção de conhecimentos referentes às contribuições da Epistemologia Genética para a práxis pedagógica. Podemos, assim, concluir que o trabalho realizado pelo grupo de estudo, enquanto atividade permanente de extensão, tenha sido o primeiro passo de revisão da literatura para que nos próximos anos possamos nós dar passos mais largos em direção à nossa vocação de formação de pesquisadores em educação:

01 Psicologia da Educação Stricto Senso: pesquisa de cunho historiográfico que tinha como objetivo realizar o levantamento da freqüência da presença dos pilares da Psicologia da Educação � Jean Piaget, Lev Vygostky e Henri Wallon em teses e dissertações defendidas em nosso programa de Pós-Graduação em Educação entre os anos de 2001-2005. Trabalho abortado por falta de interesse de voluntários para realizá-lo.

02 Pé na Estrada com a Pré-Escola na Mão: pesquisa de campo que tinha como objetivo realizar o levantamento, para fins de avaliação e de intervenção, da freqüência da presença dos pilares da Psicologia da Educação � Jean Piaget, Lev Vygostky e Henri Wallon � em práticas pedagógicas de escolas da rede municipal de ensino da cidade de Salvador. Trabalho de campo não realizado por falta de financiamento. O projeto não foi contemplado pelo Programa de Iniciação Científica (PIBIC 2005/206).

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
Av. Reitor Miguel Calmon S/N - Vale do Canela CEP 40.110-100 - Salvador (BA)


This topic: LEG > WebLeftBar > WebQuemsomos > WebEquipedoleg > WebConexõespiagetianas > WebEventos > WebRelatório2005
Topic revision: r7 - 05 Jul 2007 - 11:56:25 - PatriciaMarinho?
 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &© by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback