CETAD UFBA

"As drogas, mesmo o crack, são produtos químicos sem alma: não falam, não pensam e não simbolizam. Isto é coisa de humanos. Drogas, isto não me interessa. Meu interesse é pelos humanos e suas vicissitudes."
Antonio Nery Filho

Defensoria lança especialização em parceria com o CETAD

A Defensoria Pública da Bahia lançou nesta segunda (29), o curso de capacitação sobre Substâncias Psicoativas e seus Usos, voltado para os defensores públicos do estado com a cooperação técnica do Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas (CETAD/UFBA). No lançamento, o coordenador do CETAD, Antônio Nery Filho, falou sobre o objetivo do curso de especialização que começará no próximo dia 15 de abril.

Enfoque nos usuários - A defensora pública geral, Tereza Ferreira, defende a necessidade de que o defensor público tenha uma visão mais ampla do fenômeno das drogas, enfocando o indivíduo e seu contexto social em vez da natureza legal e quantidade da substância, para que possa viabilizar e qualificar o diálogo entre a população assistida pela instituição e a Justiça.

Durante a palestra, Nery Filho explicou que o uso de substâncias psicoativas está atrelada não somente a condições psicológicas, como também pode variar de acordo com as circunstâncias sociais, econômicas, familiares, entre outras, que caracterizam o modo de vida do usuário. "Não é da substância que queremos tratar, mas sim, das pessoas", afirmou.

Para ele, a assistência oferecida pela rede de atenção a usuários de substâncias psicoativas, sobretudo os que integram a parcela mais pobre da população, só é possível através do estabelecimento de uma ponte que permita a identificação dos motivos que levam o usuário ao consumo indevido de psicoativos.


create new tag

Contador de visitas grátis

Pressione Enter para enviar a busca.

Logar